Várzea do Poço sediou três dias de Intercâmbio de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido


O município de Várzea do Poço sediou entre os dias 20 a 22 de novembro de 2017, o Intercâmbio de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido, tendo como objetivo vivenciar experiência exitosa possibilitando grandes interações.


Para conhecer de perto essa experiência, educadores/as de diferentes municípios baianos; (Riacho de Santana, Guanambi, Nova Iramaia, Irajuba, Cafarnaum, Banzaê, Mairi, Caldeirão Grande, Nova Itarana, Sebastião Laranjeiras, Salvador, Caetitê, Mucugê, Souto Soares, Ruy Barbosa, Macajuba, Recife, Candiba, Caêm e Licínio de Almeida) se juntaram aos educadores/as de Várzea do Poço e representantes do poder público local e de organizações da sociedade civil para vivenciar dias intensos de debates, reflexões e compartilha experiências da educação contextualizada.


No dia 20/11, o público de educadores se reuniu no Auditório Municipal Ronilson Mota para a abertura do evento.

Durante a abertura, aconteceram apresentações do Projeto Cultural Flauta Doce, Banda Renascer, Grupo de Dança composto pelas estudantes Ana Paula e Lorena do Colégio Estadual Felipe Cassiano e a participação musical do ex-prefeito Paulo José.

Participaram do evento de abertura, o Prefeito Manoel Carneiro Filho, o vice-prefeito Sodeval Ribeiro, a Secretária de Educação Neuza Maria, a representante da Cáritas Brasileira e ASA Bahia Cleusa Alves, o professor Eloi Barreto, Haroldo Schistek e Edmerso dos Santos Reis e a participação de educadores dos municípios participantes. 


Para conhecer melhor sobre o trabalho de educação contextualizada, a programação do dia (21) foi dedicada nas comunidades. Os educadores/as seguiram em três grupos para locais diferentes.

O primeiro grupo se deslocou para as comunidades do Pé do Morro e Gitirana, onde participaram dos debates com os temas, Educação Contextualizada em salas multisseriadas; Educação de jovens e adultos; Convivência com o semiárido; Preservação da caatinga; Pequeno criatório.

O segundo grupo seguiu para a comunidade de Barra Nova, que teve como temas; Educação Contextualizada; Cultura local e produção artesanal. (Educação infantil e séries iniciais).

O terceiro grupo participou de apresentações culturais no Colégio Municipal IESFA e visitou a comunidade da Laginha, que teve como tema; Potencializando o conhecimento sobre sustentabilidade e educação étnico racial no fundamental II.

Em cada uma das instituições as pessoas participaram de vivências, oficinas e debates relacionados aos seguintes temas, respectivamente e prestigiaram apresentações culturais.


No último dia do intercâmbio, foram realizadas oficinas temáticas sobre a educação contextualizada no fundamental II, contextualizando a cultura local, discussões sobre gênero, etnia: comunidades tradicionais e a escola multisseriada: troca de experiência.

O público teve a oportunidade de refletir nesse último dia de intercâmbio e socializar as sistematizações sobre os desafios e perspectivas da educação contextualizada a partir dos debates realizados.

O intercâmbio cumpriu seu objetivo de possibilitar a troca de saberes entre os que já vivenciam a experiência da educação contextualizada e aqueles/as que desejam conhecer mais sobre esse trabalho.

O Intercâmbio de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido, é uma realização da Prefeitura Municipal de Várzea do Poço, Cáritas Brasileira (Região Nordeste 3), Cáritas Diocesana de Ruy Barbosa e apoio da ASA (Articulação Semiárido Brasileiro) AVINA, Cisternas nas Escolas e Secretaria da Educação de Várzea do Poço.

ASCOM-PMVP

 

Várzea do Poço sediou três dias de Intercâmbio de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido Várzea do Poço sediou três dias de Intercâmbio de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido Reviewed by Portal Alto Alegre on 07:53:00 Rating: 5

Sem comentários:

Portal do Alto Alegre. Imagens de temas por Maliketh. Com tecnologia do Blogger.